Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Linha de Urologia e Sexologia

Linha de Urologia e Sexologia

11
Abr08

Diminuição crescente e preocupante de desejo sexual acompanhado de erecções pouco convincentes...

Linha de Urol.
De Anónimo a 11 de Abril de 2008 às 01:15
 
Muito boa noite  Drª Vera Ribeiro
 
Escrevo-lhe porque queria ouvir a sua preciosa opinião sobre o seguinte:
 
Estou casado há 6 anos e sempre tivemos uma vida sexual plena e satisfatória, no entanto, nos últimos 8 meses tenho tido uma diminuição crescente e preocupante de desejo sexual acompanhada de erecções pouco convincentes.
 
As 1ªas vezes em que o acto sexual ficou a meio, a minha mulher ficou naturalmente incomodada o que creio veio agravar a minha ansiedade...!
  
Estou verdadeiramente desesperado, pois sempre fui muito activo sexualmente e sinto que se não encontrar uma "rápida" solução a este problema poderei perder, não apenas o casamento como também a minha saúde mental e felicidade.
 
Tentei que o tempo resolvesse o problema mas, hoje, vejo que deveria ter enfrentado o problema desde o inicio para assim ter evitado chegar aqui.
 
Agradeço a sua colaboração
 
PS: Sou jovem de 35 anos, saudável e sem problemas físicos
 
 
Foto de Autor Desconhecido
 

Bom Dia,
 
A ansiedade é a grande inimiga do prazer, e o tempo que deixamos passar por nós é o motor que alimenta o grau e gravidade da ansiedade, e a forma como esta pode atingir o nosso dia a dia.
 
Antes de mais, apesar de se sentir saudável fisicamente eu penso que não seria de mais, fazer uma visita de rotina ao médico, apenas para averiguar a sua situação e condição física, no que respeita à função eréctil.
 
Após a consulta efectuada, se não existirem factores orgânicos que estejam a influenciar a sua performance seuxal, nessa altura será encaminhado para a especialidade de Sexologia, por forma, a compreender a origem desta disfunção, quer para dar seguimento á terapia mais indicada, para o seu problema actual.
 
No caso de ser uma causa de psicológica, o mecanismo peniano está normal mas a erecção é inibida por problemáticas psicológicas que podem estar ligadas à ansiedade que refere, e que posteriormente se poderá interligar ao receio de não conseguir ter a erecção, medo de falhar, de desiludir a parceira, e estes tipo de sentimentos vão ganhando dimensão, peso na relação com a sua parceira e consigo mesmo. A falta de desejo pode ser uma consequência, por antecipar uma possivel falha, antes de ter a relação sexual, logo perde a vontade de se envolver.
 
O mais importante que precisa de saber é que a sua situação pode ser tratada, e deveria resolver este problema com a maior brevidade possivel, porque o tempo, levanta mais medos, mais crenças erróneas, mais pensamentos indesejáveis e consequentemente, o desenvolver de uma disfunção sexual.
 
Mas mais importante ainda, será o envolvimento da sua parceira neste tratamento, porque ela representa o espelho das suas expectativas na relação, "a minha mulher ficou naturalmente incomodada o que creio veio agravar a minha ansiedade...!", logo a colaboração da parceira numa possivel terapia é deveras importante, obtendo uma maior percentagem de resultados de sucesso terapeutico.
 
A comunicação no casal, por vezes é a chave para muitos problemas sexuais, porque dentro do casal, existe sempre um dos conjuges que está a pensar que o outro não está satisfeito, ou que não gosta de determinadas coisas, quando no fundo, muitas vezes são pensamentos completamente errados, porque nos baseamos em expressões faciais, gestos... quando às vezes o que faltava era uma frase... comunicar, expressar sentimentos, gostos...
 
Não tema sobre a sua situação, porque a sua preocupação será apenas e só, procurar um médico para ser devidamente observado e esperar o resultado de forma calma e tranquila. Sendo de cariz psicologico, saberá que existe a especialidade de sexologia para o acompanhar e tratar devidamente. Logo não se preocupe que vai correr tudo bem.
 
Obrigada

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Dr. Manuel Mendes Silva

Médico Urologista Fellow do European Board of Urology. Ex-Presidente da Associação Portuguesa de Urologia e do Colégio de Urologia da Ordem dos Médicos. Ex-Vice Presidente da Sociedade Portuguesa de Andrologia. Director da Oficina de Ética da Conderação Americana de Urologia.

Links

Hospital de ST Louis

  •  
  • Caracterização dos Leitores da Linha de Sexologia

    Métodos Contraceptivos utilizados pelos leitores da linha de Sexologia:

    Total de 426 Votos
    Votação realizada de 22/02/2008 a 27/03/2008

    Pílula - 213 (50%)
    Preserv. Masc. - 107 (25.12%)
    Coito Interrom. - 35 (8.22%)
    DIU - 25 (5.87%)
    Anel Vaginal - 18 (4.23%)
    Abstinência - 13 (3.05%)
    Implante - 5 (1.17%)
    Contrac. Cirúrg. - 4 (0.94%)
    Contrac. Emerg. - 2 (0.47%)
    Espermicida - 2 (0.47%)
    Injectável - 1 (0.23%)
    Preserv. Femi. - 1 (0.23%)

    Das seguintes expressões, a que melhor me descreve é:

    Total de 146 Votos
    Votação realizada de 27/03/2008 a 12/05/2008

    Lésbica - 3 (2.05%)
    Gay - 4 (2.74%)
    Homossexual - 4 (2.74%)
    Heterossexual - 115 (78.77%)
    Bisexual - 13 (8.90%)
    Nenh. desc. - 2 (1.37%)
    ident. sex. oscila - 5 (3.42%)

    Arquivo

    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2013
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2012
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2011
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2010
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2009
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2008
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D

    Envie a sua questão

    As respostas às suas dúvidas atendem a diversos critérios. Neste serviço, não serão consideradas válidas questões com falta de enquadramento ou situações de emergência que só possam ter encaminhamento imediato.

    E-mail: CLIQUE AQUI PARA ENVIAR