Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Linha de Urologia e Sexologia

Linha de Urologia e Sexologia

26
Mar08

Dispareunia devido a quistos ováricos?

Linha de Urol.
Cara Drª Vera Ribeiro,
 
Tenho 21 anos e iniciei a minha sexual há 3. Por vezes sinto um certo desconforto e dor profunda durante o acto sexual, algo que se resolvia mudando apenas de posição. Mas da última vez as dores foram tão intensas (mas apenas profundas e com lubrificação abundante) que impossibilitaram a continuação do acto sexual. Entendo que pode ter várias causas, mas fiz uma ecografia e análises hormonais há pouco tempo (uma vez que embora sempre tenha sido regular a minha menstruação começa a ser irregular) e encontrava-se tudo em ordem. Excepto porém dois quistos ováricos normais e que não preocuparam o meu médico.
 
Gostaria de saber se a endometriose é uma hipótese válida este caso.
 
Foto in: www.adfp.pt/sartigo/lupa.php?x=226
Boa tarde,
 
A endometriose é uma doença que se caracteriza pelo crescimento das placas de tecido endometrial, que normalmente só se encontra no revestimento interno uterino (endométrio), fora do útero.
 

Durante todos os meses, durante o período menstrual, este tecido que está fora do útero, mas com actividade hormonal, desenvolve-se e sangra ao mesmo tempo que o tecido do útero. Este sangramento interno na pélvis, que não é o período, não sai do corpo. Provoca inflamação, dor e a formação de tecido cicatricial. O tecido endometrial poderá ser encontrado nos ovários onde formam quistos, são designados de quistos de chocolate ou endometriomas, os quais por vezes são bilaterais, e desenvolvem-se durante o período menstrual, de dimensões variáveis, muito dolorosos, que têm no seu conteúdo células endometriais. Podem ser tratados medicamente ou através da cirurgia. Estas situações são benignas e susceptíveis de resolução.

   

Ecografias, testes de sangue, exames internos não são conclusivos no diagnóstico da endometriose. A única confirmação de diagnóstico de endometriose é feita por laparoscopia. Este procedimento cirúrgico, consiste na inserção de um cateter de visualização fino, que contém fibras ópticas, na cavidade abdominal através de uma incisão feita na parte inferior do umbigo. É utilizado, dióxido de carbono para insuflar o abdómen, para visualizar com clareza os órgãos do mesmo e da pélvis.

  

No seu caso em particular, não é possivel avaliar a que situação se enquadra, a dispareunia que refere ter, devido ao aparecimento dos quistos. No entanto, o facto do seu médico não ter valorizado a  situação é porque poderam ser apenas quistos foliculares, os quais podem romper ou regredir espontaneamente ou desaparecer sob a  acção de estro-progestativos

 

A recomendação, é acompanhamento médico regular, para o controlo da evolução ou desaparecimento dos quistos. 

   

Obrigada

1 comentário

Comentar post

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Dr. Manuel Mendes Silva

Médico Urologista Fellow do European Board of Urology. Ex-Presidente da Associação Portuguesa de Urologia e do Colégio de Urologia da Ordem dos Médicos. Ex-Vice Presidente da Sociedade Portuguesa de Andrologia. Director da Oficina de Ética da Conderação Americana de Urologia.

Links

Hospital de ST Louis

  •  
  • Caracterização dos Leitores da Linha de Sexologia

    Métodos Contraceptivos utilizados pelos leitores da linha de Sexologia:

    Total de 426 Votos
    Votação realizada de 22/02/2008 a 27/03/2008

    Pílula - 213 (50%)
    Preserv. Masc. - 107 (25.12%)
    Coito Interrom. - 35 (8.22%)
    DIU - 25 (5.87%)
    Anel Vaginal - 18 (4.23%)
    Abstinência - 13 (3.05%)
    Implante - 5 (1.17%)
    Contrac. Cirúrg. - 4 (0.94%)
    Contrac. Emerg. - 2 (0.47%)
    Espermicida - 2 (0.47%)
    Injectável - 1 (0.23%)
    Preserv. Femi. - 1 (0.23%)

    Das seguintes expressões, a que melhor me descreve é:

    Total de 146 Votos
    Votação realizada de 27/03/2008 a 12/05/2008

    Lésbica - 3 (2.05%)
    Gay - 4 (2.74%)
    Homossexual - 4 (2.74%)
    Heterossexual - 115 (78.77%)
    Bisexual - 13 (8.90%)
    Nenh. desc. - 2 (1.37%)
    ident. sex. oscila - 5 (3.42%)

    Arquivo

    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2013
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2012
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2011
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2010
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2009
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2008
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D

    Envie a sua questão

    As respostas às suas dúvidas atendem a diversos critérios. Neste serviço, não serão consideradas válidas questões com falta de enquadramento ou situações de emergência que só possam ter encaminhamento imediato.

    E-mail: CLIQUE AQUI PARA ENVIAR