Quarta-feira, 2 de Janeiro de 2013
Pílula masculina pode estar pronta em breve

Composto JQ1 inibe produção de espermatozoides sem afectar a reprodução


70 por cento dos homens estão dispostos a tomar uma pílula anticoncepcional

Está para breve a realidade em que um homem pode tomar a sua própria pílula anticoncepcional sem efeitos colaterais, avança um estudo feito por um grupo de cientistas da Universidade do Texas A & M.

As experiências, realizadas em ratinhos, permitiram à equipa descobrir que um composto chamado JQ1 actua como um inibidor da produção de espermatozóides e, também, da mobilidade de esperma.“Estes dois são necessários para a fertilidade, mas o JQ1 previne ambos”, afirma Qinglei Li, professor assistente da Universidade do Texas A & M. O composto “parou a produção de esperma muito drasticamente. Outra boa notícia é que parece não existir quaisquer efeitos colaterais. Assim que o JQ1 parou de ser dado aos ratos, estes voltaram a ter uma taxa de reprodução normal e não ficaram afectados a nível do comportamento de acasalamento”.

Embora os ratos tenham recebido injecções, os cientistas acreditam que uma pílula, eventualmente, pode ser desenvolvida para os mesmos resultados. A pílula anticoncepcional masculina é falada há anos, mas até agora nenhuma foi criada com êxito apesar de muito procurada. Estudos recentes têm mostrado que cerca de 70 por cento dos homens estariam dispostos a tomar uma pílula anticoncepcional, se esta estivesse disponível.

Um inconveniente de muitos contraceptivos femininos é o facto de estes, por vezes, interferirem com as hormonas, nomeadamente o estrogénio. Mas Qinglei Li diz que a equipa está confiante que o JQ1 não afecta os níveis de testosterona em homens e parece não ter outros efeitos colaterais também.

Como com muitas descobertas, o composto JQ1 parece ter surgido por acaso. Foi originalmente usado para tratamentos anti-cancro, mas os cientistas descobriram que era também um excelente composto no controlo da fertilidade.

“Esta é uma etapa emocionante na contracepção masculina”, acrescenta o investigador. “Será agora necessário um composto com mais especificidade antes de poderem ser feitos ensaios clínicos em seres humanos”, acrescenta. 
Fonte: http://www.cienciahoje.pt/index.php?oid=55456&op=all


publicado por Linha de Urol. às 17:14
link do post | adicionar aos favoritos

Consultórios
DR MANUEL MENDES SILVA:
Urologia
Avenida da Liberdade nº 202, 1º.
Contacto: 21 3524276

Dr. Manuel Mendes Silva
Médico Urologista Fellow do European Board of Urology. Ex-Presidente da Associação Portuguesa de Urologia e do Colégio de Urologia da Ordem dos Médicos. Ex-Vice Presidente da Sociedade Portuguesa de Andrologia. Director da Oficina de Ética da Conderação Americana de Urologia.
CONSULTA de SEXOLOGIA em CASTELO BRANCO
Marcações de consulta de Sexologia em Castelo Branco, com a Dra. Vera Ribeiro
MORADA: Quinta da Milhã - Estrada do Salgueiro, Castelo Branco
Contacto para marcação: 272 348 860
http://www.euromedic.pt (Informe-se sobre convenções de seguros para a consulta, na Clínica). Consultas aos sábados no período da manhã!
Envie a sua questão
As respostas às suas dúvidas atendem a diversos critérios. Neste serviço, não serão consideradas válidas questões com falta de enquadramento ou situações de emergência que só possam ter encaminhamento imediato.

E-mail: CLIQUE AQUI PARA ENVIAR
Outras Ligações
Pesquisar
 
Caracterização dos Leitores da Linha de Sexologia
Métodos Contraceptivos utilizados pelos leitores da linha de Sexologia:

Total de 426 Votos
Votação realizada de 22/02/2008 a 27/03/2008

Pílula - 213 (50%)
Preserv. Masc. - 107 (25.12%)
Coito Interrom. - 35 (8.22%)
DIU - 25 (5.87%)
Anel Vaginal - 18 (4.23%)
Abstinência - 13 (3.05%)
Implante - 5 (1.17%)
Contrac. Cirúrg. - 4 (0.94%)
Contrac. Emerg. - 2 (0.47%)
Espermicida - 2 (0.47%)
Injectável - 1 (0.23%)
Preserv. Femi. - 1 (0.23%)

Das seguintes expressões, a que melhor me descreve é:

Total de 146 Votos
Votação realizada de 27/03/2008 a 12/05/2008

Lésbica - 3 (2.05%)
Gay - 4 (2.74%)
Homossexual - 4 (2.74%)
Heterossexual - 115 (78.77%)
Bisexual - 13 (8.90%)
Nenh. desc. - 2 (1.37%)
ident. sex. oscila - 5 (3.42%)

Arquivos

Abril 2014

Dezembro 2013

Junho 2013

Março 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Maio 2012

Abril 2012

Abril 2009

Março 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Subscrever feeds