Sábado, 6 de Dezembro de 2008
Os estimulos mentais não chegam ao órgão

Boa noite,

 
 Ando há uma semana a tentar perceber se  sofro de algum tipo de impotência e confesso que isto me está a perturbar a full-time .

 
Nunca tive qualquer problema do género, seja nos dias de muito ou pouco stress. Sempre tive uma vida sexual bastante activa, e confesso que sou daqueles homens que se "entusiasmava" ao mínimo estímulo.

 
No enquadramento, sou um jovem de 22 anos, trabalho e  frequento o ensino universitário  ,e ultimamente tenho tido a agenda bastante preenchida de exames o que também não é muito animador.

 
Tenho uma namorada fantástica , bastante " humana"  e compreensiva  a todos os níveis, o que me permite  ter qualquer tipo de diálogo sem tabus, e em resposta ao meu desabafo sobre esta situação a mesma opina no sentido  de eu não ter qualquer tipo de problema se não na minha cabeça, e que isto se deve a situações de stress.
Contudo, no meu intimo algo me diz que não tem a ver só com stress, e que de facto algo está errado.

 
Noto que diariamente não se tem verificado ereções espontâneas como sempre tive, há uma semana que não tenho uma unica ereção espontânea durante o dia, ou mesmo de manhã ao acordar (o que sempre foi frequente),  e nos  momentos de intimidade com a minha parceira não estou a conseguir obter ereção com estimulos visuais bem  como  troca de caricias  sem haver contacto directo com o meu sexo em si.

 
Ou seja, só consigo ter ereções quando estimulado directamente no pénis.
Podia-se  colocar a hipotese da ausencia de desejo pela minha parceira, mas esta situação verifica-se fora desse contexto , pois exemplificando,  nem recorrendo a audio-visuais consigo obter ereções sem estimulo directo e pra lém disso a minha parceira atrai-me bastante  a nivel sexual bem como sentimental.

 
Quanto às relações sexuais continuam frequentes, consigo consumar o acto sem problema , isto é, consigo obter e manter ereções  satisfatórias para penetração vaginal e prolongar até à ejaculação sem quebras no meio.

 
Mas a questão é,  só consigo ter ereção quando sou estimulado directamente no pénis, pois doutra forma não estou a conseguir obter ereções. Interiormente surge-me a ideia que os estimulos mentais  não estão a chegar ao meu orgão.
 Podem-me ajudar se esta questão está associada a problemas de disfunção erectil?Agradeço a atenção,

 

Foto in: http://www.imagem.ufrj.br/thumbnails/4/1833.jpg

 

 

A descrição que faz da sua situação clínica, em nada parece tratar-se de disfunção eréctil. O facto de ter erecção capaz para a penetração e atingir o orgasmo, refuta por completo qualquer suspeita de disfunção eréctil. Dado estar a atravessar uma fase de algum stress é provável que isso influencie a quantidade e a qualidade das suas erecções. Fique vigilante e deixe passar esta fase de algum stress e se o problema subsistir e o continuar a preocupar procure um Médico Urologista.
 
Cumprimentos
 
Nuno Domingues
Médico Interno de Urologia



publicado por Linha de Urol. às 14:33
link do post | adicionar aos favoritos

Consultórios
DR MANUEL MENDES SILVA:
Urologia
Avenida da Liberdade nº 202, 1º.
Contacto: 21 3524276

Dr. Manuel Mendes Silva
Médico Urologista Fellow do European Board of Urology. Ex-Presidente da Associação Portuguesa de Urologia e do Colégio de Urologia da Ordem dos Médicos. Ex-Vice Presidente da Sociedade Portuguesa de Andrologia. Director da Oficina de Ética da Conderação Americana de Urologia.
CONSULTA de SEXOLOGIA em CASTELO BRANCO
Marcações de consulta de Sexologia em Castelo Branco, com a Dra. Vera Ribeiro
MORADA: Quinta da Milhã - Estrada do Salgueiro, Castelo Branco
Contacto para marcação: 272 348 860
http://www.euromedic.pt (Informe-se sobre convenções de seguros para a consulta, na Clínica). Consultas aos sábados no período da manhã!
Envie a sua questão
As respostas às suas dúvidas atendem a diversos critérios. Neste serviço, não serão consideradas válidas questões com falta de enquadramento ou situações de emergência que só possam ter encaminhamento imediato.

E-mail: CLIQUE AQUI PARA ENVIAR
Outras Ligações
Pesquisar
 
Caracterização dos Leitores da Linha de Sexologia
Métodos Contraceptivos utilizados pelos leitores da linha de Sexologia:

Total de 426 Votos
Votação realizada de 22/02/2008 a 27/03/2008

Pílula - 213 (50%)
Preserv. Masc. - 107 (25.12%)
Coito Interrom. - 35 (8.22%)
DIU - 25 (5.87%)
Anel Vaginal - 18 (4.23%)
Abstinência - 13 (3.05%)
Implante - 5 (1.17%)
Contrac. Cirúrg. - 4 (0.94%)
Contrac. Emerg. - 2 (0.47%)
Espermicida - 2 (0.47%)
Injectável - 1 (0.23%)
Preserv. Femi. - 1 (0.23%)

Das seguintes expressões, a que melhor me descreve é:

Total de 146 Votos
Votação realizada de 27/03/2008 a 12/05/2008

Lésbica - 3 (2.05%)
Gay - 4 (2.74%)
Homossexual - 4 (2.74%)
Heterossexual - 115 (78.77%)
Bisexual - 13 (8.90%)
Nenh. desc. - 2 (1.37%)
ident. sex. oscila - 5 (3.42%)

Arquivos

Abril 2014

Dezembro 2013

Junho 2013

Março 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Maio 2012

Abril 2012

Abril 2009

Março 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Subscrever feeds