Sexta-feira, 22 de Fevereiro de 2008
Pílula Yasmin e o uso de Antibiótico...

 De Susana a 22 de Fevereiro de 2008 às 15:49

 

Olá

 

Muito boa tarde.

 

Chamo-me Susana e tomo a pilula a 1 ano.
Neste momento estou a tomar a pilula Yasmin. há umas semanas atrás tive que fazer um antibiotico, e claro usei metodos contraceptivos adicionais. A minha duvida é quanto tempo devo usar precauções adicionais por ter feito antibiotico? Quanto tempo após a toma do antibiotico este poderá interferir com a eficacia da pilua? Esperando a vossa colaboração e ajuda;
 
Cumprimentos
 
Susana

 

Boa tarde Susana,

 

Nem todos os medicamentos interagem negativamente com a toma da pilula, por isso, seria importante que informasse qual o medicamento que tomou.

 

As interacções medicamentosas resultam num aumento da depuração das hormonas sexuais, podendo originar uma hemorragia de disrupção e insucesso da contracepção hormonal, o uso de alguns medicamentos, poderá afectar a acção de contraceptivos orais, reduzindo a  eficácia dos mesmos.

  

Relativamente à pílula Yasmin, verificou-se esta possibilidade, com medicamentos utilizados no tratamento da Epilepsia (ex: Primidona, Hidantoína, Barbitúricos e Carbamazepina), da Tuberculose (ex: Rifampicina e Rifabutina) e com alguns Antibióticos (Ampicilina e Tetraciclinas), usados no tratamento de outras doenças infecciosas.

  

É também possivel, que ocorra a interacção negativa com Oxcarbazepina, Topiramato, Felbamato, medicamentos para o tratamento da SIDA (ex: Ritonavir), o Antibiótico Griseofulvina.

  

 

Quando o tratamento de um determinado medicamento é de curto prazo (até uma semana), com um fármaco dos acima indicados, deverá utilizar um método contraceptivo de barreira (que referiu ter usado), isto é, quando fizer a medicação concominante e nos 7 dias seguintes ao términos da medicação. No caso da Rifampicina, deverá ser usado um método de barreira, durante a medicação e nos 28 dias após a suspensão da medicação. Se houver administração  concominante de outro fármaco e esta ultrapassar o último comprimido do blister deverá ser iniciado sem o habitual intervalo ou pausa.

  

Obrigada

 




publicado por Linha de Urol. às 17:31
link do post | adicionar aos favoritos

Comentários:
De sofia a 10 de Agosto de 2008 às 11:49
bom dia,
tomo a diane 35 e gostaria de saber se o antibiótico local Lacobiosol corta o efeito contraceptivo da pilula...

Obrigada


De Marina a 13 de Agosto de 2008 às 22:17
boa noite.
o meu caso é o seguinte. Faz 4 meses que tomo a pilula Minigeste e nunca tive nenhum problema com ela, apesar de ter engordado 3 quilos e de sentir constantemente, o peito inchado. Nunca me esqueci de a tomar, apesar de por vezes, não a tomar sempre a mesma hora mas sem nunca deixar pasar as 12 horas.A minha duvida é o seguinte. Faz 3 meses começei a ter relações sexuais com o meu namorado unicamente com o uso da pilula. Não tenho falhado nenhuma menstruação mas Ultimamente tenho sentido um mau estar constante e a barriga inchada. Fiz um teste de gravidez mas deu negativo. Poderei mesmo assim, estar gravida? estou muito aflita. Marina


De mia a 15 de Agosto de 2008 às 00:38
boa noite,

poderia informar-me se o medicamento AERIUS (contem desloratadina) interfere no efeito da pilula YASMIN?
estou muito preocupada,

pode exclarecer-me?
obrigada
mia


De Anônimo a 18 de Agosto de 2008 às 18:48
Olá,
Tomo o Yasmin a aproximadamente 2 meses comecei a tomar antibiótico para amidalite (Levoxin 500 mg) na segunda semana da cartela (10º dia). Não tinha conhecimento de que eram necessários métodos contraceptivos adicionais e não utilizei em nenhum momento deste ultimo ciclo menstrual. (Meu médico também não me informou nada a respeito).
Tive relações durante o tratamento com antibiótico e após o mesmo, sem método contraceptivo de barreira.
Após o término da cartela, troquei da pílula “Yasmin” para a “Femiani” e não fiz pausa entre as cartelas. Há alguma possibilidade de eu estar grávida?


De Karim a 18 de Agosto de 2008 às 18:51
Olá,
Tomo o Yasmin a aproximadamente 2 meses comecei a tomar antibiótico para amidalite (Levoxin 500 mg) na segunda semana da cartela (10º dia). Não tinha conhecimento de que eram necessários métodos contraceptivos adicionais e não utilizei em nenhum momento deste ultimo ciclo menstrual. (Meu médico também não me informou nada a respeito).
Tive relações durante o tratamento com antibiótico e após o mesmo, sem método contraceptivo de barreira.
Após o término da cartela, troquei da pílula “Yasmin” para a “Femiani” e não fiz pausa entre as cartelas. Há alguma possibilidade de eu estar grávida?


De Anónimo a 21 de Agosto de 2008 às 11:53
Bom dia.

Tomo a pilula yasmin há cerca de um ano e ontem e hoje tomei um comprimido ibuprofeno.
Acha que este medicamento pode interferir com o efeito da pilula.

Obrigado,
ana pires


De Linha de Urol. a 29 de Agosto de 2008 às 11:42
Bom Dia Ana Pires,

O medicamento que refere não interfere na eficácia da contracepção.

Obrigada.


De Sara a 22 de Agosto de 2008 às 00:34
Olá, boa noite.
Á umas semanas que tomo Yasmin, é a minha primeira vez. Desde que comecei a tomar, no 1º de menstruação, quando era suposto a menstruação parar começou com um corrimento castanho e não acho normal e também ainda não parou. Gostaria de saber porque tenho esse corrimento e quanto tempo irá durar. (á 3 semanas que tenho este corrimento)


De Linha de Urol. a 29 de Agosto de 2008 às 11:44
Bom Dia Sara,

Não se sinta ansiosa nem desconfortável com o facto de estar com este corrimento, pois é uma situação normal, por ter iniciado a contracepção, não deverá preocupar-se porque irá desaparecer nos próximos dias. Este corrimento deve-se à adaptação do seu organismo à contracepção que está a tomar.

Obrigada.


De Xuxa a 27 de Outubro de 2008 às 13:44
Oi, eu tenho 14 anos, e tive a 2 relação sexual sem camisinha, eu tenho corrimento (candice), mas 1 semana depois q eu transei sem camisinha apareceu um corrimento de cor castanha !!


O que ??

é normal ??




De Teresa a 30 de Agosto de 2008 às 13:18
Bom dia

Passa-se o seguinte, já tomo a pílula miranova (de baixa dosagem) á 3 anos, e recentemente tive uma infecção dentária, pelo que, foi necessário tomar antibiótico, amoxicilina mais ácido clavulâmico. Estava a meio da embalagem da pílula quando iniciei o antibiótico, fiz dois comprimidos, no entanto lembrei-m que tinha tido relações sexuais desprotegidas no dia anterior ao início do antibiótico! Sei que o antibiótico diminui a eficácia da pílula, poderei ter engravidado? Continuo com o antibiótico?

Agradecia uma resposta rápida

Obrigada


De Linha de Urol. a 27 de Setembro de 2008 às 18:15
Boa Tarde,

Pedimos desculpas pela demora da resposta mas estamos a tentar regularizar o tempo de resposta aos mails e comentários.

Relativamente à sua questão, não deve ficar alarmada, porque o antibiótico, pode diminuir a eficácia masnãoa retira por completo, logo nessa situação, se foi no dia antes da toma do antibiótico, não existe problema de maior, porque não daria tempo de diminuir a eficácia totalmente, para que se desenrola-se a ovulação.

Obrigada


De Anónimo a 18 de Setembro de 2008 às 17:15
Boa tarde

Eu gostaria de saber se o antibiotico Klacid 500mg tem interacção com a pilula yasmin.

Agradeço resposta urgente

Obrigado


De Linha de Urol. a 27 de Setembro de 2008 às 19:04
Boa tarde,

Não são conhecidos efeitos adversos da utilização do antibiótico Klacid 500mg em associação à contracepção.

Obrigada.


De Cris a 24 de Setembro de 2008 às 13:38
Olá eu tenho uma duvida, eu tomo a pílula yasminelle , e estou preocupada km algo! tomo a pílula há 1ano e meio e o k aconteceu foi k há umas semanas tomei antibiótico que tem o nome de ciprofloxacina gp 2dias ! e na sexta feira seguinte tive relações km o meu namorado, este não se ejaculou, não sendo consumado o acto! mas na semana seguinte numa quarta feira, fizemos relações sexuais, estava no meu penúltimo dia de tomar a pílula , isto é, estava acabar a minha caixa! e segunda feira km é sempre normal apareceu me a menstruação ! mas desta vezes o meu fluxo sanguíneo diminuiu, não esta normal em relação ás outras vezes ! e eu tenho duvidas se poderei estar grávida ou não ! =/


De Linha de Urol. a 27 de Setembro de 2008 às 19:22
Boa Tarde,

A Ciprofloxacina aparentemente afecta a segurança de contraceptivos orais. Mas se a toma foi pontual, em apenas dois dias, e só teve um comportamento de risco na semana seguinte, não deverá preocupar-se em relação a esse facto, pois não haverá risco de gravidez.

Obrigadfa.


Comentar post

Consultórios
DR MANUEL MENDES SILVA:
Urologia
Avenida da Liberdade nº 202, 1º.
Contacto: 21 3524276

Dr. Manuel Mendes Silva
Médico Urologista Fellow do European Board of Urology. Ex-Presidente da Associação Portuguesa de Urologia e do Colégio de Urologia da Ordem dos Médicos. Ex-Vice Presidente da Sociedade Portuguesa de Andrologia. Director da Oficina de Ética da Conderação Americana de Urologia.
CONSULTA de SEXOLOGIA em CASTELO BRANCO
Marcações de consulta de Sexologia em Castelo Branco, com a Dra. Vera Ribeiro
MORADA: Quinta da Milhã - Estrada do Salgueiro, Castelo Branco
Contacto para marcação: 272 348 860
http://www.euromedic.pt (Informe-se sobre convenções de seguros para a consulta, na Clínica). Consultas aos sábados no período da manhã!
Envie a sua questão
As respostas às suas dúvidas atendem a diversos critérios. Neste serviço, não serão consideradas válidas questões com falta de enquadramento ou situações de emergência que só possam ter encaminhamento imediato.

E-mail: CLIQUE AQUI PARA ENVIAR
Outras Ligações
Pesquisar
 
Caracterização dos Leitores da Linha de Sexologia
Métodos Contraceptivos utilizados pelos leitores da linha de Sexologia:

Total de 426 Votos
Votação realizada de 22/02/2008 a 27/03/2008

Pílula - 213 (50%)
Preserv. Masc. - 107 (25.12%)
Coito Interrom. - 35 (8.22%)
DIU - 25 (5.87%)
Anel Vaginal - 18 (4.23%)
Abstinência - 13 (3.05%)
Implante - 5 (1.17%)
Contrac. Cirúrg. - 4 (0.94%)
Contrac. Emerg. - 2 (0.47%)
Espermicida - 2 (0.47%)
Injectável - 1 (0.23%)
Preserv. Femi. - 1 (0.23%)

Das seguintes expressões, a que melhor me descreve é:

Total de 146 Votos
Votação realizada de 27/03/2008 a 12/05/2008

Lésbica - 3 (2.05%)
Gay - 4 (2.74%)
Homossexual - 4 (2.74%)
Heterossexual - 115 (78.77%)
Bisexual - 13 (8.90%)
Nenh. desc. - 2 (1.37%)
ident. sex. oscila - 5 (3.42%)

Arquivos

Abril 2014

Dezembro 2013

Junho 2013

Março 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Maio 2012

Abril 2012

Abril 2009

Março 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Subscrever feeds