Quarta-feira, 23 de Abril de 2008
Valores altos de Prolactina (58ng/ml) o que poderá ser?

De Anónima a 23 de Abril de 2008 às 13:49

  

olá,

 
Em análises de rotina descobri que tenho os valores de Prolactina altos 58ng /ml) o que poderá ser?  tenho 26 anos e tomo pilula anticocepcional.

Obrigada

  

Fonte: www.dali.art.br

Boa Tarde,

  

O valor apenas da prolactina não é o necessário para que se percebam conclusões de diagnóstico desse aumento. Porque o aumento da prolactina por si só não nos revela a causa, pelo que podem ser várias as causas.

 

Para a ajudar poderei descrever-lhe o que poderá estar associado a esse aumento, no valor de 58ng /ml, quando o valor normativo é de 3,4 - 24,1 ng /ml.

 

O stress é um dos motivadores do aumento do nível de prolactina. Níveis muito altos de prolactina vão reduzir a produção de progesterona, que por sua vez estimula níveis altos de prolactina. Desta forma, os níveis altos de prolactina suprimem a progesterona, e os baixos níveis de progesterona podem, por sua vez, estimular a síntese de prolactina .

  

Nós podemos fornecer ao nosso corpo toda a progesterona que ele precisa, mas se este ainda estiver a competir com o cortisol e com a prolactina (ou seja se não soubermos gerir o stress de forma mais eficaz), assim vamos estar a utilizar o nosso sistema de reserva de energia. A progesterona pode propiciar um antídoto parcial aos níveis altos de cortisol e de prolactina. 
   

Outros factores que podem aumentar os níveis de prolactina incluem o hipotireoidismo, herpes zoster, estrogénio, contraceptivos orais, além de alguns medicamentos, tais como o L-dopa, reserpina, as fenotiazinas (remédios antipsicóticos ), os antidepressivos tricíclicos e, em menor escala, o medicamento anti-úlcera metoclopramida Reglan ), além de algumas drogas vendidas sem receita médica, como os bloqueadores de histamina usados no tratamento da azia, como a cimetidina Tagamet ) e a ranitidina Zantac ). Tranquilizantes como Haldol haloperidol ), Primperan metoclopramida).

 

Nos casos de hipertireoidismo há com frequência hipoprolactinemias. A prolactina na mulher aumenta após a puberdade, sofre flutuações cíclicas durante o ciclo menstrual e diminui depois da menopausa. Se a prolactina é alta, um médico irá testar a função tiroideia e verificar se há a toma de medicamentos conhecidos por aumentar secreção da prolactina. O médico poderá também solicitar uma ressonância magnética, que é o exame mais indicado para detectar tumores da hipófise e determinar a sua dimensão. Tomografia Computadoriazada CT varredura) também dá uma imagem da hipófise, mas é menos sensível do que o MRI. Além de avaliar o tamanho da hipófise com tumor, os médicos também vão procurar por danos a tecidos circundantes, e realizar testes para avaliar se a produção de outras hormonas pituitária é normal. Dependendo do tamanho do tumor, o médico poderá solicitar um exame ocular com medição da área limitada do campo visual.

  

O aumento da prolactina pode decorrer de causas fisiológicas ou patológicas:

  

Fisiológicas:

Gravidez, Estímulos hormonais, stress, Amamentação, Exercícios, Sono, Período neonatal.

  

Patológicas:

- Drogas / medicação: que estimule a secreção de prolactina estrogénios, cimetidina, tricíclicos, diazepan; que bloqueie os receptores dopaminérgicos clorpromazina, metoclopramida, sulpiride, domperidona, haloperidol), que sejam deplectores de dopamina metildopa, reserpina);

- Prolactinomas;

- Tumores Hipofisários;

- Patologias hipotalâmicas - tumores : craniofaringiomas, germinomas, cistos, gliomas,  hamartomas; infiltrativa : sarcoidose, tuberculose, histiocitose X; aneurismas; radioterapia craniana. 

- Insuficiência renal : redução da depuração.
- Cirrose hepática:mais comum na cirrose alcóolica. 
- Hipotireoidismo primário: ocorre aumento importante e prolongado TRH com aumento da hipófise que pode ser confundido com prolactinoma ( 40% dos hipo).
- Hiperprolactinemia neurogénica: activação das vias aferentes neurais e do reflexo neuroendócrino (fisiológico: sucção mamilar ou manipulação das mamas; (patológicos : lesões da parede torácica, mastectomia, herpes zoster ).
- Síndrome dos ovários policísticos: aumento da  prolactina seria decorrente da elevação não cíclica dos estrogénios.

- Produção ectópica: muito raro (teratoma ovariano com tecido hipofisário ectópico, carcinoma de células renais, gonadoblastoma).

     

Não podem ser tiradas conclusões precipitadas, porque pode ser em uma mera alteração, devido a uma causa sem importância, mas deverá ir ao seu médico e alertá-lo para esses valores e referir algum sintoma que julgue estar associado, para que possa ser avalidada de forma correcta.

 

A  prolactina pode alterar também a resposta sexual nas mulheres. Alterações no período menstrual e redução do desejo sexual em ambos os sexos são causas comuns de serem observadas. Actividades físicas excessivas, ovários policísticos e tumores podem ser a causa destes aumentos do nível de prolactina nas pessoas. Por isso esteja tranquila e marque consulta com o seu médico por via a encontrar uma explicação para essa alteração.

 

Obrigada e Felicidades

 


Etiquetas:

publicado por Linha de Urol. às 19:46
link do post | adicionar aos favoritos

Comentários:
De Cláudia a 23 de Abril de 2008 às 18:53
Olá boa tarde, esqueci-me de me identificar; O meu nome é Cláudia e desde já agradeço a resposta que foi bastante rápida e esclarecedora.
Obrigada


De elisabete Silva a 25 de Setembro de 2008 às 13:33
Fiz analises e acusou a prolactina 38,9, á medica mandou fazer um TAC Craneo Hipofise. Porquê este exame foi solicitado?


De Linha de Urol. a 27 de Setembro de 2008 às 19:32
Boa tarde Elisabete Silva,

O pedido deste exame, deve-se ao valor da prolactina etsar um pouco elevado, o que não significa que tenha algo grave, apenas lhe foi solicitado um exame para verificar se a hipófise se encontra regular.

Os prolactinomas são tumores benignos da hipófise (glândula endócrina que se localiza na base do crânio, numa cavidade óssea situada atrás do nariz designada de sela turca) que se caracterizam pela produção anormalmente elevada de prolactina (hiperprolactinemia).

A prolactina pode estar elevada e não haver nenhum tumor da hipófise. As causas mais frequentes desta situação são: a gravidez e amamentação, estimulação manual do mamilo, síndrome do ovário poliquístico, traumatismos do tórax, stresse, exercício, hipotiroidismo, insuficiência renal, insuficiência hepática, etc. Destacam-se os medicamentos que são uma causa frequente de hiperprolactinemia sendo os mais comuns: os anti-depressivos, ansiolíticos, contraceptivos orais (pílula), modificadores da função digestiva, etc.

Obrigada.


De cátia a 19 de Outubro de 2008 às 23:01
tb tenho a prolactina alta...tenho 17 anos.. n tomo pílula A médica mandou-me fazer um raio x ao crânio . É normal?'


De Elizangela, 32 anos a 10 de Dezembro de 2008 às 11:10
O artigo me tranquilizou muito, porem a minha prolactina deu 798 e vou repetir novamente.


De Catia a 22 de Outubro de 2008 às 23:00
Olá, Gostaria de saber se o medicamento Parlodel 2,5 mg é o mais indicado para quem possui a prolactina medida em 76,22 ng /ml. Tenho muita nauseas e tbm gostaria de saber se isso é normal.
Obrigada.


De Mayra a 13 de Agosto de 2009 às 03:57
Catia tambem estou tomando o parlodel, e tem dia que eu tambem não aguento de tantas nauseas...


De Cristina a 23 de Outubro de 2008 às 18:56
Boa tarde ,
O aumento de valores da prolactina pode estar relacionado com o facto de ter tomado recentemente a pilula do dia seguinte?

Obrigada


De lella ferraaz a 17 de Janeiro de 2009 às 20:54
olá, meu nome é lella ferraz , a um ano atrás descobrir que estava com problema hormonal, minha menstruação começou a faltar. Aí foi constatado que estava com Prolactina alta, 56. tomei dostinex , e voltou para 2,2. Só que quando paro, volta a subir. Fiz todos os exames necessários como Raio x da sela turcica e ressonância magnética e graças ao meu Deus estava tudo maravilhoso, ou seja não foi constatado nenhum edenoma . só que hoje ela se encontra 78. o meu endocrinologista disse que não há necessidade de continuar tomando o dostinex , o que devo fazer? durante algum tempo andei tomando a pílula do dia seguinte, acredito que essa bomba tem toda culpa, e passível ? por favor me oriente, obrigada


De Marcela a 31 de Outubro de 2008 às 00:51
Boa noite Dr. Gostaria de saber se é perigoso a prolactina alta como 54,26??O que isso significa, eu nunca tomei anticocepcional por causa dos nodulos que tenho nos seios!!
Te aguardo com a resposta!


De Anónimo a 10 de Novembro de 2008 às 18:34
Boa tarde.

também eu sou uma vitima da prolactina. No inicio do ano passado tomava a pílula e verifiquei que comecei a ter leite nos peitos. Tinha 27 anos e não me encontrava grávida e deixei de tomar a pílula porque era um dos sintomas associados. Após ir à médica de familia e ter feito análises à Prolactina, esta estava nos 94 ng /ml. Fiz também um raio-x à cela turca e não tinha nada de anormal. Fui seguida por uma endocrinologista no Hospital, que com o parlodel, ao fim de meio ano, conseguiu regular os níveis. Tomei-o por mais meio ano e ao fim de 4 meses de para o parlodel volto a ter leite nos peitos. Na altura que andava medicada não mestruei e continuo sem o fazer. Já sou irregular desde os 11 anos e já fiz também ecografias e análises ao sangue mas não tenho nada de anormal fisicamente, pelo menos.

Tenho os ovários limpos, com as medidas normais, não tenho tumor na hipófise, etc... A única coisa que posso ter é instabilidade emocional mas é algo que já foi muito pior e com a qual aprendi a viver. Neste momento não me sinto stressada...

Comecei a fazer Yoga há dois meses mas os sintomas continuam. A minha ginecologista não ligou muito ao caso, por volta dos 18 anos receitou-me a pilula visto não conseguir ajudar-me a ser regular. A minha médica de familia acha que devo continuar, com calma, a tentar perceber o porque disto e arranjar soluções, visto que ando sempre com medo de engravidar e como isto afecta o meu desejo sexual, não lubrifico muito e o preservativo incomoda-me... Está a formar-se um ciclo de coisas más à volta disto.

Gostaria de saber que outros testes posso fazer ou que outros especialistas procurar..

Obrigada e cumprimentos,

Célia


De Linha de Urol. a 14 de Novembro de 2008 às 00:11
Boa Noite,

Duas especialidades que poderá ponderar recorrer:
- Endocrinologia
- Medicina Interna.

Não desvalorizando o diagnóstico e acompanhamento da sua médica, poderá em conjunto pedir mais informação e segundas opiniões sobre o seu caso em particular, a estas duas especialidades.

Obrigada


De Arnaldo a 22 de Fevereiro de 2009 às 23:48
meu nome é arnaldo , a 4 meses minha prolactina deu 98 ng /ml ( fiz o exame por que meus mamilos estavam doendo !? ), bom, fiz todos os exames menos o pool , tudo ok, sem tumor na hipofise ??!.
Bom, logo voltei ao normal, meus mamilos pararam de doer e crescer...
Agora 4 meses depois meus mamilos voltaram a doer e cresceram bastante, mais que da primeira vez, e agora??!


De Mayra a 13 de Agosto de 2009 às 03:54
oi boa noite!!!
A 7 meses descobri que tenho prolactina, bom fiz varios exames o primeiro deu qeu estava 58ng /ml desde então vem aumentano cada vez mais, o ultimo exame que eu fiz deu que eu estava com 176ng/ml. a cada dia que passa ficom mais apavorada pois tenho medo de me prejudicar no fururo, pois o sonho de toda mulher é ser mãe... estou tomando o remedio mais não esta adiantando.


De Cris Steinke a 21 de Agosto de 2009 às 15:41
Bom dia Dr.,

E para um nível de prolactina de 416, como o meu...devo me preocupar?
Tive problema de tumor hipofisário, mas tratei com Dostinex e ele desapareceu...fiz o exame ha dois meses atrás...
Pergunto..minha prolactina nao deveria ter abaixado?

Grata
Cris


De catarina silva a 1 de Setembro de 2009 às 23:00
boa noite! lendo as diversas questões e consequentes respostas já pude esclarecer algumas duvidas, contudo, gostaria de saber se existe alguma tipo de relação entre o facto de ter Prolactina elevada (36,7), FSH baixa (0,77) e Testosterona elevada (1,24)? será que pode indicar algum problema? aguardo a vossa reposta! obrigada pelo vosso trabalho


Comentar post

Consultórios
DR MANUEL MENDES SILVA:
Urologia
Avenida da Liberdade nº 202, 1º.
Contacto: 21 3524276

Dr. Manuel Mendes Silva
Médico Urologista Fellow do European Board of Urology. Ex-Presidente da Associação Portuguesa de Urologia e do Colégio de Urologia da Ordem dos Médicos. Ex-Vice Presidente da Sociedade Portuguesa de Andrologia. Director da Oficina de Ética da Conderação Americana de Urologia.
CONSULTA de SEXOLOGIA em CASTELO BRANCO
Marcações de consulta de Sexologia em Castelo Branco, com a Dra. Vera Ribeiro
MORADA: Quinta da Milhã - Estrada do Salgueiro, Castelo Branco
Contacto para marcação: 272 348 860
http://www.euromedic.pt (Informe-se sobre convenções de seguros para a consulta, na Clínica). Consultas aos sábados no período da manhã!
Envie a sua questão
As respostas às suas dúvidas atendem a diversos critérios. Neste serviço, não serão consideradas válidas questões com falta de enquadramento ou situações de emergência que só possam ter encaminhamento imediato.

E-mail: CLIQUE AQUI PARA ENVIAR
Outras Ligações
Pesquisar
 
Caracterização dos Leitores da Linha de Sexologia
Métodos Contraceptivos utilizados pelos leitores da linha de Sexologia:

Total de 426 Votos
Votação realizada de 22/02/2008 a 27/03/2008

Pílula - 213 (50%)
Preserv. Masc. - 107 (25.12%)
Coito Interrom. - 35 (8.22%)
DIU - 25 (5.87%)
Anel Vaginal - 18 (4.23%)
Abstinência - 13 (3.05%)
Implante - 5 (1.17%)
Contrac. Cirúrg. - 4 (0.94%)
Contrac. Emerg. - 2 (0.47%)
Espermicida - 2 (0.47%)
Injectável - 1 (0.23%)
Preserv. Femi. - 1 (0.23%)

Das seguintes expressões, a que melhor me descreve é:

Total de 146 Votos
Votação realizada de 27/03/2008 a 12/05/2008

Lésbica - 3 (2.05%)
Gay - 4 (2.74%)
Homossexual - 4 (2.74%)
Heterossexual - 115 (78.77%)
Bisexual - 13 (8.90%)
Nenh. desc. - 2 (1.37%)
ident. sex. oscila - 5 (3.42%)

Arquivos

Abril 2014

Dezembro 2013

Junho 2013

Março 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Maio 2012

Abril 2012

Abril 2009

Março 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Subscrever feeds